Vol. 5
N. 3

Estudo Multicêntrico Brasileiro e Argentino no Tratamento Cirúrgico do Cisto Pilonidal por Técnica Minimamente Invasiva

Autores

  • Carlos Ramon Silveira Mendes
  • Luciano Santana de Miranda Ferreira
  • Leonardo Salim
Palavras-chave: Cisto Pilonidal, Região Sacrococcígea, Tratamento Endoscópico

Resumo

Racional: O cisto pilonidal é infecção da pele e do tecido subcutâneo, secundário à inflamação crônica, com maior frequência na região sacrococcígea, e associado à presença de pelos nesta região. O tratamento é eminentemente cirúrgico. Objetivo: Demonstrar os resultados do tratamento endoscópico de cisto pilonidal. Método: Estudo prospectivo, com 67 pacientes que tiveram como indicação cirúrgica o diagnóstico de cisto pilonidal. Os equipamentos utilizados foram o fistuloscópio Meinero, um obturador, um eletrodo monopolar, uma escova e pinça endoscópica. Resultados: Dos 67 pacientes 67% (n=45) eram homens e 33% (n=22) mulheres, com média de idade de 25 anos (17-45). O tempo cirúrgico teve com média 40 min (20-120) e o tempo médio de cicatrização de quatro semanas (3-12). Complicações cirúrgicas ocorreram em 7% da amostra (n=5) e recidivas da doença em 9% (n=6). Conclusão: O tratamento endoscópico do cisto pilonidal é viável e apresenta bons resultados cirúrgicos.

Publicado

2021-11-08