Vol. 6
N. 1

Osteossarcoma Extraesquelético de Partes Moles: Relato de Caso e Revisão da Literatura

Autores

  • Ronald Enrique Delgado Bocanegra
  • Luis Fernando Pinto Johnson
  • Vitor Sávio Melo Costa
  • Jamile de Souza Lins Dantas
Palavras-chave: Osteossarcoma Extraesquelético, Osteossarcoma de Partes Moles, Cirurgia Oncológica, Oncologia Clínica, Radioterapia

Resumo

Introdução: O osteossarcoma extraesquelético (OSE) corresponde a um sarcoma bastante raro de tecidos moles, sendo mais comumente observado em pacientes do sexo masculino e na sexta década de vida. O objetivo do presente estudo é contribuir com a escassa literatura acerca dessa modalidade tumoral, apresentando o caso de uma paciente do sexo feminino, com 35 anos, diagnosticada com OSE e tratada com cirurgia de ressecção completa e terapia adjuvante em uma instituição para tratamento oncológico no Brasil. Apresentação do caso: O presente relato de caso envolve uma paciente do sexo feminino, com 35 anos, que apresentava massa palpável e assintomática em coxa direita. Após biópsia, cujo diagnóstico anatomopatológico foi OSE, a mesma foi submetida a ampla ressecção tumoral e terapia adjuvante, tendo evoluído, no entanto, com metástase pulmonar, posteriormente. Foi submetida a novo esquema de quimioterapia e, finalmente, à quimioterapia paliativa, evoluindo a óbito após 25 meses. Conclusões: O OSE é um tumor maligno bastante raro, não havendo evidência suficiente para a realização de protocolo de tratamento específico para a doença. Considerando-se que o manejo é realizado com base nos protocolos para osteossarcoma intraósseo, seguiramse essas recomendações no referido caso, conseguindo uma sobrevida global de 25 meses após a cirurgia.

Publicado

2022-05-13