Vol. 6
N. 1

Teletriagem como Estratégia de Enfrentamento da Epidemia de COVID-19: A Experiência do Telecoronavírus

Autores

  • Viviane Boaventura
  • Jedson dos Santos Nascimento
Palavras-chave: Teletriagem, Telecoronavírus, COVID-19, Epidemiologia

Resumo

Introdução: A COVID-19 apresentou grandes desafios não apenas para quem está no campo da saúde, mas também para a formação médica. A carga sobre os serviços de saúde em todo o mundo limitou as oportunidades educacionais disponíveis para estudantes de medicina devido aos requisitos de distanciamento social. Objetivo: Neste artigo descrevemos uma estratégia que combina telessaúde e treinamento médico para mitigar os efeitos adversos da pandemia de COVID-19. Métodos: Um serviço de teletriagem gratuito, o Telecoronavirus, começou a operar em março de 2020. Esse serviço era operado remotamente por estudantes de medicina supervisionados e era oferecido em todos os 417 municípios (14,8 milhões de habitantes) do estado brasileiro da Bahia. Os alunos registraram dados clínicos e sociodemográficos por meio de um aplicativo da web que foi acessado simultaneamente por voluntários médicos para fins de supervisão, bem como por autoridades estaduais de saúde que realizaram ações de vigilância epidemiológica e gestão de saúde. Paralelamente, os alunos receberam informações científicas atualizadas sobre a COVID-19 por meio de pequenos vídeos educativos elaborados pelos professores. Um algoritmo de triagem continuamente atualizado foi concebido para fornecer um serviço consistente. Resultados: O programa funcionou por aproximadamente quatro meses, envolvendo 1.396 estudantes de medicina e 133 médicos. No total, 111.965 indivíduos residentes em 343 municípios utilizaram esse serviço. Quase 70.000 indivíduos foram aconselhados a ficar em casa e receberam orientações para evitar a transmissão da doença, contribuindo potencialmente para reduções localizadas na disseminação da COVID-19. Além disso, o programa promoveu a educação para a cidadania para estudantes de medicina, que estavam engajados em uma oportunidade real de combater a pandemia dentro de suas
próprias comunidades. Os objetivos dos domínios de educação, organização e assistência do programa Telecoronavírus foram alcançados com sucesso de acordo com os resultados de uma pesquisa pós-projeto baseada na web que avaliou as percepções de médicos e estudantes. Conclusões: Em um cenário de pandemia prolongado, uma combinação de ferramentas remotas e supervisão médica por meio de serviços de telessaúde pode constituir uma estratégia útil para manter as medidas de distanciamento social, preservando alguns aspectos práticos da educação médica. Uma
ferramenta de baixo custo como o programa Telecoronavírus pode ser especialmente valiosa em cenários de atenção à saúde com recursos limitados, além de oferecer suporte para ações de vigilância epidemiológica.

Publicado

2022-05-13